terça-feira, 30 de outubro de 2007

Ser Mulher, Sexo e Casamento, Putaria




Acabei juntando os 3 temas pra falar...
O que é ser mulher? Ser mulher é ficar atenta e não se deixar levar pelas coisas, calar quando as pessoas falam grandes baboseiras e não calar quando as coisas são serias. Ser desdobrável é isso ai, aceitar as coisas pra poder mudá-las sem se sacrificar mais que o inevitável. É conhecer seu corpo e respeitá-lo, principalmente quando ele não fala. E correr atrás do que você gosta independente do que a pessoas pensam, é procurar estudar mais que o necessário e explicar tudo explicadinho pra não ter duvida, e é querer ser mãe na hora certa, ter sua casinha, seu companheiro e uma vida feliz, quem sabe uma família, mas tendo sim um meio social, trabalho, pra se sentir útil pra sociedade.
Casamento e sexo:
Bom, eu não sou casada, e não tenho a mínima idéia do que seja sexo no casamento pra poder falar o que eu acho, mas acho que deve ser uma coisa sempre presente e procurar variar bastante, e não sei se é possível, mas ter uma proximidade cada vez maior com o parceiro quase que ser uma pessoa só no momento do sexo, saber o que ele gosta e não gosta, tentar entender o que esta faltando, não só pra ele, mas pra mim também. Eu quero casar sim, no sentido de ter um companheiro legal que participe da minha vida, goste de mim, seja bom de cama, goste do que faz, tenha uma condição legal pra que juntos possamos planejar a vida e seja uma pessoa tranqüila e fiel (opa! Não consegui sair do senso comum...). A verdade eh que ainda queremos sim ter alguém em quem confiar, que nos respeite. Alguém com quem se possa ter um filho, coisas assim, mesmo visando a carreira e ter um emprego legal, também queremos ter filhos e um maridinho bacana.
Putaria:
É valido, mas às vezes as pessoas ficam só nisso, acham que tem que trepar senão não são normais, que tem que ter vários parceiros diferentes porque isso é sinal de virilidade, que tem que ser modernos, ou mesmo que somos animais e temos que seguir nossos instintos... e nisso o contato com o corpo acaba se perdendo e com a perda do contato com o corpo, a gente se perde junto. Às vezes o que parece ser bom pro corpo não é bom pra mente (e pra gente). Às vezes o corpo sente mas o coração não, às vezes o coração sente mas o corpo não. E no meio disso tudo estamos nós, é um tiroteio. Deve ser costume de viver no Rio de Janeiro, viver no meio do perigo.
Ha de se ter muito cuidado... As vezes fico pensando que as pessoas bebem cerveja porque assim a sociedade diz, quando voce esta na night e diz que nao bebe todo mundo acha estranho. Alguem ja parou pra pensar nisso? Com o sexo é parecido? O que acham???

6 comentários:

Nat disse...

Olá Cris, muito legal que vc tenha escrito. Mande ver o post sobre a dominação masculina! Com certeza nos interessará bastante! Bjs

Cris Lustosa disse...

Oi Nat, esse texto tem 4 pagina no work, vou ver se consigo resumir um pouco. acho q da sim. beijos e obrigada!!

lain disse...

toc toc! licença, mas estou invadindo o espaço de vocês! nossa, cris, adorei o teu texto. concordo com muitas coisas sobre o que escreveu acerca de ser mulher! tenho me descoberto mais como mulher agora, que estou morando longe de casa! e com relação ao casamento, não sou oficialmente casada, mas moro há 11 meses com o meu namorado! e acredito que, fora o papel, deve ser a mesma coisa! o mais gostoso no sexo rotineiro é que podemos nos permitir conhecer cada vez mais e saber o que agrada, o que funciona. mas acho que o segredinho está no respeito, acima de tudo! quanto a putaria, não sei, vai de cada um. eu nunca fui de agir sem ter grandes propósitos. sexo por sexo, prefiro ir ao cinema, ler um livro, não sei mesmo. estou falando da boca pra fora, pois nunca fiz sexo por fazer ou por me sentir pressionada a tal ponto! sou romântica, curto uma parada mais cinematográfica, mais envolvente. enfim. é isso ae, parabéns pelo texto!

COLETIVO LÍQUIDA AÇÃO disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Cris Lustosa disse...

Oi Lain, pois eh, fico feliz de saber q pensamos parecido. Tambem sou romantica e curto essa coisa cinematografica, mas com um q de realidade bem forte!! Porque eh bom saber que eh verdade (dependendo do ponto de vista, enfim..) acho q toda mulher eh meio romantica nesse sentido. e com certeza um livro, um filme ou mesmo ficar de bobeira em casa me atrai muito mais do que sexo por sexo, porque acaba sendo uma coisa meio fast-food e a gente nunca fica satisfeito, eh dificil levar uma vida tranquila pensando sempre nisso como vejo muita gente fazendo. bjos e apareca!

Andrea RD disse...

Oi Cris,
Hora acredito que vc tenha dito tudo que nós mulheres realmente queremos... E o que queremos não foge dos padrões, não é mesmo!!
Agora acredito que todos com vinte e poucos... Nem estão pensando nesses assuntos. E digo isso para os homens!! Isso porque estão em uma fase de curtir, experimentar, para só ai descobrirem o que realmente querem. Digo em relação a nós mulheres!!! Não é mesmo..
E parabéns!! Muito bom seu texto!!
bj.
Dea